Duração do jogo




vigilante às escuras O prisioneiro da torre

Um jogo de busca muito tranquilo em que se procura encontrar os companheiros sem se mexer do lugar e sem ver. 1. Dividem-se os jogadores em duas equipas: uns serão os guardas e outros os salvadores. Deve escolher-se um destes últimos para fazer de prisioneiro. 2. Desenha-se no solo um círculo onde se coloca o prisioneiro. À sua volta, com os olhos vendados, colocam-se

Ver mais


escola3 O mercado

O mercado é um jogo de rapidez que os mais pequenos apreciarão. 1. Com um pau de giz marca-se no chão uma zona circular de cerca de 2 m de diâmetro. Se não se puder pintar o chão, utilizam-se os ladrilhos para delimitar o espaço. 2. Um jogador faz de vendedor e expõe os objetos dentro da zona previamente marcada. Feito isto, senta-se no

Ver mais


go Go

Jogo muito enraizado no Japão e na Coreia, mas originário da China, onde lhe é dado o nome de «wei qi». 1. Os tabuleiros tradicionais de go são formados pelas intersecções de dezanove linhas paralelas verticais com dezanove linhas horizontais. Para começarmos a jogar, usaremos um tabuleiro mais simples de nove linhas por nove. 2. Chegada a sua vez, cada jogador colocará uma das

Ver mais


tiro ao copo O que viste ontem?

Um sistema excelente para promover a curiosidade dos mais pequenos e desenvolver a sua capacidade verbal e de abstração. 1. Escolhe-se um jogador para ser interrogado; os restantes fazem as perguntas. 2. O jogador que vai ser interrogado escolhe uma coisa, um animal ou uma pessoa que tenha visto no dia anterior e diz: «Ontem, vi um animal.» 3. Os restantes jogadores farão perguntas,

Ver mais


lulu_do_havai Lu-lu

Um jogo havaiano que se jogava originalmente com pequenos discos de rocha vulcânica. 1. Pintamos uma face das fichas, deixando a outra em branco, como se vê na figura. Se não tivermos fichas, podemos fazê-las recortando cartão ou cartolina. 2. Estabelece-se a quantos pontos se joga a partida, por exemplo, a cinquenta pontos. Os jogadores lançam as quatro fichas à vez e vão contando

Ver mais


a roda 27 e ovo

Uma contagem original servirá para escolher o primeiro Jogador. 1. Põem-se todos os jogadores em círculo e um deles agita uma mão, enquanto conta mentalmente à velocidade que quiser. 2. Qualquer jogador pode dizer «basta», a qualquer momento, para que aquele que contava continue a fazê-lo em voz alta, a partir do número em que ia. 3. O jogador conta em voz alta, seguindo

Ver mais


lapis envenenado Lápis envenenados

Neste jogo o equilibro é fundamental para conseguir transportar um lápis sem lhe tocar e sem que caia ao chão. 1. Formam-se duas ou mais equipas compostas por quatro jogadores. Cada jogador recebe dois lápis e segura cada um deles pegando-lhe pela ponta. As equipas colocam-se de modo a formar uma roda. 2. Um jogador de cada equipa recebe um terceiro lápis, que é

Ver mais


mãos e pés Fazer pacotes

Pode jogar-se tanto por pura diversão como para formar equipas de uma maneira engraçada e começar qualquer outro jogo. 1. Distribuem-se os jogadores pelo terreno, sem se afastarem muito uns dos outros. Um dos jogadores conduzirá o jogo, sem por isso deixar de participar nele. 2. Num determinado momento, o condutor do jogo dirá, em voz alta, «pacotes de…três», por exemplo. O número dito

Ver mais


corda Esticar a corda

Trata-se de um jogo de força em que é preciso formar equipas muito equilibradas, para que seja divertido. 1. No ponto médio da corda, ata-se um lenço e desenha-se no chão um círculo de aproximadamente 50 centímetros de diâmetro. 2. Dividem-se os jogadores em duas equipas. As duas equipas devem ter uma força semelhante. 3. Cada equipa forma uma fila indiana, agarrando a corda,

Ver mais


mãos e pés O rato que «ruge»

É um jogo de busca em que o gato deve guiar-se pelos «rugidos» dos ratos, para encontrar os seus esconderijos. 1. Por sorteio, escolhe-se um dos jogadores para fazer de gato. Os restantes serão os ratos e terão de se esconder. 2. O jogador que faz de gato tapa os olhos ou põe-se de cara para a parede e conta até 100, sem olhar.

Ver mais