Duração do jogo




awelé Awelé

Jogo originário de África que se pratica em todo o mundo. Pode jogar-se num tabuleiro de madeira ou fazendo buracos na areia. 1. Faz-se um tabuleiro juntando as duas tampas das embalagens de ovos vazias e colocam-se quatro grãos em cada buraco. Cada jogador usará os buracos de um dos lados. 2. Chegada a sua vez, cada um dos jogadores apanha todos os grãos

Ver mais


solitario Solitário

Inventado em França, no século XVIII, em breve se difundiu por todo o mundo. Este jogo, embora seja difícil, tem solução. 1. Os tabuleiros originais eram de madeira e as bolas de marfim ou de mármore. Pode confecionar-se desenhando trinta e três círculos numa cartolina e colocando um feijão em cada um. 2. Uma vez colocados os feijões, retira-se o do centro. O jogo

Ver mais


silabas Fazendo palavras

Um jogo um pouco complicado, em que é indispensável ter uma certa rapidez mental e um bom vocabulário. 1. Os jogadores ordenam-se, estabelecendo quem será o primeiro. Depois do último vem outra vez o primeiro. 2. O jogador escolhido para começar o jogo diz uma letra qualquer, por exemplo, «s». 3. O seguinte acrescenta outra letra, «a», e diz as duas juntas: «sa». Quando

Ver mais


os contistas Os contistas

A elaboração de uma frase por parte de todos os jogadores servirá para estimular a imaginação e provocar o riso dos participantes. 1. Os jogadores colocam-se à volta de uma mesa e cada um recebe uma folha de papel e um lápis. Depois define-se a ordem para se darem as indicações do jogo. 2. O primeiro jogador inicia o jogo e diz que tipo

Ver mais


tennis_children2 Ténis sentado

Um jogo de ténis que não porá em perigo nenhum jarrão e que divertira os participantes durante um bom bocado. 1. O cordel, atado pelos extremos de modo a ficar paralelo ao solo, a cerca de 50 cm de altura, serve de rede. 2. Os jogadores colocam-se de joelhos, de cada lado do cordel. 3. Enche-se o balão e os jogadores devem passá-lo para

Ver mais


duelo As línguas

Cada jogador deve falar numa «língua» da sua invenção, mas sem deixar de entender os restantes. 1. Dá-se um tempo para que cada jogador invente a sua própria língua a partir de uma letra. 2. Criam-se as línguas repetindo as sílabas da palavra, com a vogal de cada sílaba depois da letra escolhida. Se falássemos com a letra «p», a palavra «banana» transformar-se-ia em

Ver mais


cesto Cesto

Neste jogo não basta encestar; primeiro, há que fazer passar a bola pelo aro. 1. Coloca-se o balde no chão e, a 1 metro de distância, pendura-se o aro pelo cordel. 2. O jogador deve pôr-se atrás de uma linha marcada no solo, a 2 metros do balde. 3. Em três lances, deverá conseguir introduzir a bola no balde, depois de esta ter passado

Ver mais


menino escrevendo Os segredos

Os segredos entretém os jogadores, que concebem as suas próprias chaves e tentam decifrar as dos outros. 1. Cada jogador recebe um papel e um lápis e divide o papel em dois. 2. Num dos pedaços, e sem que os seus companheiros o vejam, escreve uma frase. 3. Depois, copia-a para outro papel substituindo cada vogal por um número determinado, por exemplo o «a»

Ver mais


CAÇA AO TESOURO O laço enterrado

O laço enterrado é um jogo de busca muito divertido que só exige um solo arenoso. 1. Marca-se um círculo na areia e um jogador enterra um laço enquanto os outros estão de costas. Quem o enterra pode fazer montinhos ou buracos para despistar os outros relativamente à localização do laço. 2. Avisados de que se podem virar, os jogadores, um a um, cravam

Ver mais


tres em linha OXO

O jogo OXO combina os quadradinhos e o três em linha num divertido jogo de estratégia. 1. Delimita-se uma zona quadrada de jogo no papel, marcando-a com o lápis. 2. Cada jogador escreve um O ou um X dentro de uma quadrícula. 3. Cada vez que um jogador completar a série OXO, risca-a com a sua cor e marca um ponto. Em seguida, volta

Ver mais