Duração do jogo




venda nos olhos A seleção

Para jogar à «seleção» é necessário ter um apurado sentido do tato, já que todo o jogo decorre às cegas. 1. No boião colocamos as ervilhas, o grão e as lentilhas. Em seguida, agitamo-lo, para que tudo se misture bem. 2. O jogador senta-se a uma mesa com os olhos vendados. A um sinal, entorna o boião e começa a prova. 3. Às cegas,

Ver mais


bola elevada O cerco

No cerco, a agilidade é fundamental para não se ser eliminado. É um jogo com um ritmo muito rápido, em que não é preciso correr. 1. Desenha-se no solo um círculo de cerca de 10 m de diâmetro. Os jogadores dividem-se em duas equipas: uma delas coloca-se à volta do círculo, enquanto a outra se situa no seu interior. 2. Os jogadores da equipa

Ver mais


menino escrevendo O dicionário

Um jogo ideal para ampliar o vocabulário dos participantes e pôr à prova os seus conhecimentos. 1. Um jogador diz uma palavra em voz alta e procura-a no dicionário, para copiar a sua definição, sem a mostrar aos restantes. 2. Os restantes jogadores escrevem num papel a palavra, seguida de uma definição tão académica quanto possível, com a intenção de que pareça ter sido

Ver mais


circulo A garrafa

Neste jogo, além de reflexos, é necessário um pouco de força e bastante confiança no grupo. 1. Um jogador faz de garrafa, colocando-se em posição de sentido, com os braços cruzados sobre o peito. 2. Os restantes sentam-se no chão, à sua volta, com as pernas esticadas e apoiando os pés juntos nos calcanhares do que está de pé, no centro. 3. A um

Ver mais


escola3 O dono do burro

Um jogo em que os reflexos são fundamentais para não se acabar a fazer de burro e a servir de montada aos amigos. 1. Desenha-se no solo um círculo de cerca de 3 m de diâmetro e colocam-se os jogadores dentro dele. Um deles é o burro e mantém-se agachado; outro faz de dono do burro e vigia, para que ninguém lhe toque. 2.

Ver mais


papelinhos viajantes Papelinhos viajantes

Para ganhar a jogar aos papelinhos viajantes é preciso ter habilidade e paciência e não se pode ficar nervoso. 1. Cada participante começa o jogo com uma palhinha na boca e dois pratos de papel na sua frente. Num dos pratos colocam-se dez papelinhos. 2. A um sinal, cada jogador tenta mudar os papelinhos de prato, aspirando a palhinha para que fiquem pegados a

Ver mais


baloes Voa, balãozinho

Este jogo propõe um desafio muito emocionante: manter o balão no ar à base de assopradelas, sem lhe tocar nem com as mãos nem com os pés. 1. Distribuem-se os jogadores à sorte, de modo a formar duas equipas com o mesmo número de elementos. 2. Cada equipa recebe um balão de cor diferente, que deve encher e atar antes de o jogo começar.

Ver mais


http://www.dreamstime.com/royalty-free-stock-photography-two-children-play-sand-image4460377 Sey

Um jogo africano ideal para jogar na praia ou num solo arenoso. Para ganhar, é necessário ter boa vista e ser muito dissimulado. 1. Os dois jogadores sentam-se em frente um do outro e desenham entre eles dois círculos concêntricos. Cada jogador faz, na sua frente, três covas. 2. O jogador que começa pega na pedrinha, que se chama «tibi», e coloca-a entre as

Ver mais


mãos e pés A ratazana

Um jogo para os mais pequenos, em que deverão descobrir quem esconde a ratazana. 1. Um jogador coloca-se no centro de uma roda formada pelos seus companheiros, que estão de pé com as mãos atrás das costas. 2. Um dos participantes esconde atrás das costas uma pequena tabuinha de madeira que é a ratazana. Quando o jogador do centro não está a olhar, vão-na

Ver mais


paraquedas Montanha

Os paraquedas podem ser adquiridos tanto em lojas de material velho do Exército como através de fabricantes de material didático. 1. Colocam-se todos à volta do paraquedas e seguram-no pelas bordas do tecido com as duas mãos. O monitor fará de condutor do jogo e dará as instruções necessárias para a realização da atividade. 2. Antes do início, os jogadores abrem o paraquedas umas

Ver mais